segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelo PIBID  na Escola de Educação Básica Julia Lopes de Almeida - I semestre de 2012
 

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Texto Coletivo realizado com a turma do 1° ano II na Escola Vitor Hering

1° aula

Objetivos
  • Construir um texto coletivo, a partir de imagens.
  • Desenvolver conhecimentos acerca da língua português.
  • Conceituar texto.
  • Valorizar o trabalho em grupo.
  • Interpretar imagens apresentadas.

           Para iniciar a aula usamos uma música para que os alunos se concentrarem. Nossa aula tinha como objetivo a criação do texto coletivo. Assim, realizamos uma roda e começamos a explicar para os alunos sobre o que é um texto.  Os alunos sentaram numa roda, onde tiraram de dentro de uma caixa imagens, cada um tirou uma imagem, e começou a falar a sua história. Cada criança tirava uma imagem e a partir daquela imagem dava sequência à história.


            Nesta atividade percebemos que todos os alunos gostaram muito de fazer o texto coletivo, todos participaram. Usaram muito bem a sua imaginação, criaram um bom texto a partir das imagens. Foram capazes de continuar a história, mas devido ao tempo encerramos a atividade.
            Ao realizar o texto coletivo mostramos para as crianças que mesmo elas não sabendo escrever, já eram capazes de fazer um texto, usando a sua criatividade, pois tinham que usar as imagens que estavam na caixa. Desta forma trabalhamos na perspectiva do letramento, a partir das ideias de Magda Soares.

Segundo Soares (2003), alfabetização e letramento são processos distintos, de natureza essencialmente diferente, porém, são interdependentes e indissociáveis, pois uma pessoa pode ser alfabetizada e não ser letrada ou ser letrada e não ser alfabetizada.
           Texto realizado pelos alunos:

           UMA MULHER ESTAVA ATRAVESSANDO A RUA QUANDO UM CAMINHÃO PASSOU NUMA POSSA. ELA FICOU COM LAMA PELO CORPO INTEIRO. PEGOU O SEU CARRO E RESOLVEU IR À PRAIA SE LIMPAR. DEPOIS QUE ELA TOMOU BANHO, COLOCOU UM VESTIDO COLORIDO, COM FLORES E FOI A UM SALÃO DE BELEZA ARRUMAR O SEU CABELO. JÁ QUE ESTAVA NUM SALÃO, APROVEITOU PARA SE MAQUIAR, POIS VIAJARA NO FIM DO DIA PARA LAS VEGAS.

JUNTO NA VIAGEM, LEVOU O SEU CACHORRO PINGO QUE FOI NO COMPARTIMENTO DE ANIMAIS DO AVIÃO. PARA SE DELICIAR A MULHER LEVOU NA BOLSA UMAS BALAS PARA COMER NO PERCURSO. AO CHEGAR A LAS VEGAS, LOGO AVISTOU SUA AMIGA QUE ESTAVA LHE ESPERANDO  NA ENTRADA DO AEROPORTO.  ELAS LEVARAM AS MALAS EM CASA E FORAM ASSISTIR A UMA PARTIDA DE FUTEBOL E DEPOIS AO SHOW DOS “REBELDES”.

2° aula


Objetivos
                              

  • Identificar as letras das palavras;
  • Perceber a ausência das vogais e completar com letras de EVA;
  • Compreender que as sílabas são formadas por duas letras;
  • Registrar as palavras por escrito;
  • Trabalhar coletivamente.

 Em outras aulas trabalhamos o texto coletivo com os alunos. Cada criança ganhou uma cópia do texto e realizou o desenho da história. Era preciso trabalhar as vogais com os alunos, assim fizemos fichas com os nomes das imagens utilizadas no texto coletivo sem as vogais. A turma foi dividida em pequenos grupos de no máximo 5 alunos. Cada grupo recebeu inicialmente 2 fichas contendo as palavras das imagens do Texto Coletivo. O desafio foi completar as palavras com as vogais certas usando as letras de EVA. Em seguida, cada um do grupo registrou na sua folha as palavras completas. Após todos completarem a primeira rodada realizaram o rodízio de palavras.

            Palavras que os alunos precisavam completar com as vogais:



M_lh_r        C_rr_     C_ch_rr_    M_qu_ _g_m    C_b_l_    F_t_b_l    

R_b_ld_s     V_st_d_    B_l_

 Heloisa Regina Schmitt e Silvia Buzana.
 Salete Nunes da Silva.

1° ano II.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Projeto Jogos Educativos


                                                           
                                                                       Corpo Humano

No dia 13 de março de 2012, acolhemos os alunos dramatizando a música “Você Lelê” e brincamos de “Pata Cega das Letras”:
Um aluno com os olhos cobertos (intitulado espião) iria sentir o tamanho do cabelo e estrutura do corpo de um colega, com a intenção de descobrir quem era. Sentimos que muitos tinham dificuldade em perceber, pois era inicio do ano e poucos se conheciam, mesmo quando o colega falava alguma frase eles não percebiam a voz. Ajudávamos da seguinte forma:
- Os alunos sentados diziam a letra inicial do nome daquele colega, então o espião procurava no alfabeto móvel e tentava descobrir quem era.
Para que todos participassem e não ficasse cansativa a atividade, pedimos para o “espião” pegar uma letra do alfabeto e adivinhar quem da turma tem o nome com essa letra inicial. 



Após a participação de todos, fizemos o desfile das letras, também aproveitamos o momento para perceber a diferença das cores e a quantidade de alunos em cada cor.






Percebemos que poucos conheciam seu corpo e a importância dos sentidos. Portanto, aperfeiçoamos esses conceitos durante o nosso trabalho neste semestre.


                                                                                     Thayse Stoll e Agatha Ludmila Santana Barros
                                                                                                       E. E. B. Victor Hering
                                                                                                       Salete Nones da Silva
                                                                                                                   1º ano 1

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Alfabetização e Letramento

Umas das ferramentas que utilizamos para aprimorar o conceito
de alfabetização e letramento foi o seguinte video:

Seminário do PIBID 2012

Na quarta feira, dia 20/06, as acadêmicas do PIBID participaram da socialização de suas experiências para o os professores e participantes do PIBID na FURB!

O grupo da E. E. B. Victor Hering apresentou o seguinte video com algumas das atividades desenvolvidas durante o semestre. Também fizeram uso de slides para relatar o desenvolvimento alcançado durante o processo de alfabetização dos alunos do 1º ano.


segunda-feira, 18 de junho de 2012

PROJETO: SEXUALIDADE


1º MOMENTO:
INTERVENÇÃO: HISTÓRIA PARA INTRODUZIR O PROJETO + DÚVIDAS DAS CRIANÇAS
OBJETIVO:
-Perceber a compreensão do conceito puberdade pelas crianças.
-Identificar se as crianças se percebem inclusas (hoje) nesse processo.
- Diagnosticar o nível de dúvidas sobre o assunto.
REALIZADO:
Para introduzir o projeto sexualidade, nós pibidianas e a professora regente da turma realizamos as seguintes atividades:
- Contamos a história: “Da lagarta à borboleta” da editora: Todolivro, cuja história retrata bem a relação de transformação da lagarta (no caso as crianças) para se transformarem em borboletas (puberdade: passagem de criança para adulto). Esta história serviu de introdução para o projeto proposto, fomos questionando as crianças se elas sentem que estão passando pelo mesmo processo da lagarta (se desenvolvendo).
- Após a conversa, sugerimos para as crianças escreverem suas dúvidas sobre: sexualidade/transformação do corpo, numa folha sem o nome (para que não se sentissem retraídas, com vergonha), para que na próxima aula pudéssemos trazer essas dúvidas para trabalhar em sala com eles.


2º MOMENTO:
INTERVENÇÃO: QUEM PERGUNTA QUER SABER
OBJETIVOS:
- Perceber a compreensão do conceito puberdade;
-Identificar se as crianças se percebem inclusas (hoje) nesse processo;
-Diagnosticar o nível de dúvidas sobre o assunto.
OBJETIVO ESPECÍFICO:
- Fazer com que as crianças reflitam sobre o processo de transformação que estão passando.
REALIZADO:
Fazer uma roda com as crianças, e dentro de uma caixa (Quem pergunta... quer saber!) irá constava as perguntas que eles se mostraram curiosos em descobrir.
A atividade se deu da seguinte maneira:
A caixa permaneceu no centro da roda, assim cada criança retirava as perguntas de dentro da caixa e ia lendo- a (as perguntas foram digitalizadas para que as crianças não conseguissem identificar a letra do colega). Após a leitura de cada criança nós pibidianas íamos questionando todo o grande grupo para saber se alguém quer arriscar a resposta da dúvida. Assim nós em conjunto com a professora regente da turma conseguíamos identificar os conhecimentos prévios dos educandos e mediávamos às novas descobertas.

3º MOMENTO:
ATIVIDADE: JOGO DO BINGO
OBJETIVO:
- Desenvolver a concentração;
- Despertar o interesse e compreensão pelo assunto proposto;
OBJETIVO ESPECÍFICO:
- Construir e internalizar os conceitos levantados inicialmente por eles (através das perguntas).
REALIZADO:
            Nós pibidianas produzimos o jogo do bingo, relacionando-o com o projeto “Sexualidade”. Criamos cartelas com figuras correspondentes às perguntas que eram de interesse das crianças(que nas aulas anteriores elas demonstraram). Assim o jogo se desenvolveu através de perguntas que eram sorteadas para contemplar as imagens na cartela.
Exemplo:
Qual é o órgão reprodutor masculino? Resposta: Pênis;
Quando se desenvolve completamente produz leite? Reposta: Seio
Qual é o nome que se dá a face de maior transformação no corpo? Resposta: Puberdade.
·         Na cartela das crianças continha as respostas em imagens.
REFLEXÃO:
A atividade realizada com a turma foi muito prazerosa e produtiva. Percebemos como a atividade lúdica ajuda na aprendizagem significativa das crianças. Com uma turma grande de 34 crianças foi possível fazer uma atividade diferenciada, conseguindo garantir a concentração e interesse das crianças pela atividade proposta.

AVALIAÇÃO:
Processual: A partir do interesse e participação dos alunos.

                                                                                                            Janaína Nass
                                                                                                           Jéssica Trainotti
                                                                             Escola de Educação Básica Júlia Lopes de Almeida
                                                                                                                4º ano

ALFABETIZAR E LETRAR ATRAVÉS DO LÚDICO

É no brincar que  a criança aprende a se colocar no lugar do outro  e começa a  representar papéis do mundo adulto, sendo fundamental para o seu desenvolvimento físico, verbal e intelectual.
Temos o objetivo  com o trabalho lúdico  apresentar uma  proposta que uni o prazer do brincar com a fonte do conhecimento.
O brincar faz com que a  criança assimile  papéis sociais que ocorrem em seu meio, tornando-a capaz de criar situações em que a criança realiza, constrói e se apropria de conhecimentos através do jogo e da brincadeira. Percebemos que quando a criança brinca, a mesma  consegue transmitir informações sobre sua personalidade, suas  emoções e forma como interage com os colegas, sendo possível também visualizar o seu  desempenho  dentro e fora da sala de aula.
Assim esses momento vivenciados  promovem ao professor  um amplo conhecimento de seus alunos.
É no  jogo que se pode promover um conflito interno, pois há momentos em que os jogos motivam e desafiam os alunos , de forma que faz com que os alunos tentem  encontrar uma solução para seu problema , e neste processo a  criança aprende a lidar com frustrações, constrói e reconstrói sua realidade assimilando novos aprendizados. É na brincadeira que  a criança aprende com toda riqueza do aprender fazendo, sem medo de errar.
Procuramos na  abordar não  apenas os  jogos e as  brincadeiras, mas contribuir  com  músicas, histórias, parlendas, e outros.  É no  jogar e no brincar que o aluno aprende agir e  amplia seu desenvolvimento, de forma que  os jogos e brincadeiras passam a ter significados. 
O professor não pode limitar-se apenas em educar , mas  fornecer caminhos  que tornem seus alunos críticos, reflexivos e cidadãos  no ambiente em que estão inseridos.
Sabemos que todo ser humano necessita do lúdico e pode ser realizado em qualquer idade , pois facilita a aprendizagem , o desenvolvimento pessoal e cultural colabora para uma boa saúde metal.

                                                           Patricia Mendes Zangare
                                                              E. E. B. Victor Hering

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Socialização de Intercâmbio


14.05 - Socialização no espaço proposto pelo CCE da acadêmica  Roseli Hoffmann Schmitt na Universidade de Greiffswald - Alemanha. Participação intensa das Pibidianas da Pedagogia!
Atividade: Troca de Experiência - A Educação Infantil na Espanha.
Data: 24/05/2012
Local: I-305 - FURB
Ministrante: Profa. Dra. Maria Antónia Pujol Maura. Professora Titular do Departamento de Didática e Organização Educativa da Universidade de Barcelona - UB. Doutora em Filosofia e em Ciências da Educação. Sua atividade docente e investigadora é realizada com base em estratégias de aprendizagem no âmbito da Didática, tanto na vertente de formação inicial como na formação permanente. Membro do Grupo de Investigação e Assessoramento Didático da UB - GIAD.
Escola de Educação Básica Júlia Lopes de Almeida
Turma: 2º Ano
Professora: Kátia
Pibidianas: Adriane Cristina Travassos August
                 Mariléia Purcino


Projeto:  Identidade

Meu Nome: Trabalhando com Peso e Altura




Objetivos da aula:

 •Conhecer o significado de seu nome;
•Conhecer a história do seu nome; 
            •Desenvolver a imaginação e a criatividade;
• Observar e respeitar as diferenças.


1º momento:
No premeiro momento do projeto intitulado Identidade. Meu Nome: Trabalhando com Peso e Altura, conversamos com as crianças sobre a importância de termos um nome e através do nome como podemos aprender coisas: quem escolheu o nosso nome, o significado do nosso nome, a história do nosso nome também. Questionamos os alunos, quem sabia a história de seu nome e o seu significado e quem escolheu o seu nome.
   E após essa conversa com as crianças propomos para elas descobrirmos juntos seu peso e altura.  Em seguida á descoberta as crianças escreveram com o nosso auxílio os dados no seguinte questionário:


2º momento:
 Quem  sou eu?

Meu nome é:_________________________________________________________________________________________ 
Tenho____ anos. Nasci no dia ___/___/___.
Meu endereço é:
________________________________________________________________________________________________________.
Meu telefone é:_______________________________________________________________________________________.
O nome da minha mãe é:____________________________________________________________________________.
O nome do meu pai é:_______________________________________________________________________________.
Tenho____________________ irmão(s) que se chamam _______________________________________________
_______________________________________________________________________________________________________
Minha altura é_____________________________________________________________________________________.
Meu peso é_________________________________________________________________________________________.
A cor dos meus olhos é____________________________________________________________________________.
A cor do meu cabelo é_____________________________________________________________________________.
Eu sou assim: (Auto retrato)











 






































 
Todos participaram desta atividade, com grande entusiasmo em querer descobrir seu peso e altura, fazendo comparações de quem era o maior e o menor da turma.







3º momento - Tarefa: Escreva com a ajuda de seu responsável a história do seu nome:

  
                                                                                                Avaliação:

A avaliação foi realizada de forma processual, de acordo com a participação dos alunos, com o interesse dos alunos ao serem propostos a realizar essa atividade ao fazerem suas descobertas.

quinta-feira, 24 de maio de 2012


Escola de Educação Básica Victor Hering - PIBID
Bolsistas: Karla Schwantz 
                 Rosenilda Souza dos Santos
Turma: Primeiro ano do Ensino Fundamental
Alfabetização e Letramento
PROJETO: JOGOS EDUCATIVOS 
                                                    
                                                                     Subprojeto: Pescaria
Objetivos:

  • Trabalhar em grupo;
  • Reconhecer as letras do alfabeto;
  • Identificar  e agrupar os peixes por cores;
  • Formar uma palavra com o peixe pescado.

Desenvolvimento da atividade:
                        Na sala de aula, dividimos a turma em dois grupos, A e B. A atividade teve como objetivo a interação dos grupos. Uma criança de cada grupo pescou os peixes que estavam dentro de uma bacia com água, cada peixe tinha uma letra do alfabeto. Assim que pescava um dos peixes, as crianças falavam uma ou mais palavras com a letra pescada, podendo ter auxílio do grupo. Depois que todos pescaram os peixes, a turma construiu em conjunto a ordem do alfabeto e fizeram a leitura do mesmo. Após, agruparam os peixes por cores, contaram, circularam e escreveram a quantidade de  peixes de cada grupo. 



Escola de Educação Júlia Lopes de Almeida
Turma: 3º Ano
Professora: Marilu
Pibidianas: Simone e Talita
Data de Intervenção: 19/04
Projeto: 

                                              Animais e a diversidade: vamos estudá-los?

No decorrer do projeto intitulado “Animais e a diversidade: vamos estudá-los?” retomamos com o grupo a reflexão sobre a variedade de animais existentes em nosso planeta, cada qual com suas especificidades e características. Questionamos-os como a ciência estuda estes animais? Eles podem ser divididos? Como pode ser esta divisão?
A partir do diálogo com as crianças e do cartaz com figuras de diferentes animais, produzidos na aula anterior, iniciamos uma conversa com intuito de sondar os conhecimentos prévios dos alunos, estes foram dando suas opiniões de como os animais poderiam ser divididos para serem melhor estudá-los. Iniciamos então a construção do conceito de animal vertebrado e invertebrado, a partir da fala de um aluno, que comentou que a minhoca e o passarinho são diferentes, porque a minhoca é mole.“Por que a minhoca é mole?” “O que o passarinho tem que a minhoca não tem?” 
Os alunos foram conversando, e responderam que a minhoca não tem esqueleto. Explicamos então que os animais podem ser divididos em animais vertebrados e invertebrados. Vertebrados, são os animais que não possuem coluna vertebral e invertebrados são aqueles animais que não possuem coluna vertebral como eixo de sustentação. Explicamos que no grupo dos invertebrados há animais que têm esqueleto externo, outros que têm esqueleto interno e outros que não têm esqueleto. Esse grupo não tem coluna vertebral, isso não significa que não tenha esqueleto.
Questionamos os alunos, mas afinal o que a coluna vertebral?  A partir de uma apresentação de slides, vizualimos nossa coluna e dialogamos para que serve nossa coluna. Tocamos nossa coluna e a de nossos colegas. Com a resposta das crianças que a coluna serve para dar sustenção ao nosso corpo, mostramos figuras do corpo de alguns animais, para identificar se tinham coluna vertebral destes animais ou não.
Com a imagem do corpo dos animais foi mais fácil compreender a função de nossa coluna e classificar os animais. Retomamos o cartaz inicial, dividindo os animais em vertebrados e invertebrados. Apresentamos também um vídeo explicativo sobre as características dos animais vertebrados e invertebrados.
Para finalizar nossa aula, propomos o jogo da batata-quente, mas de forma diferenciada. Os alunos sentaram-se em roda, e a música tocava, ao parar da música, cada aluno tinha que retirar a figura de um animal da caixa e defini-lo como animal vertebrado e invertebrados e colocá-lo no cartaz adequado.

Objetivos da aula:

* Observar e comparar diversos animais;
*  Diferenciar animais vertebrados e invertebrados;
*  Compreender a função da coluna vertebral em nosso corpo e dos animais;
*  Identificar características dos animais vertebrados;
*  Identificar características dos animais invertebrados;

Avaliação:

A avaliação foi processual, com foco na participação e envolvimento dos alunos no decorrer da aula, finalizando com o jogo, em que possível perceber o entendimento dos alunos em relação ao conceito de animal vertebrado e invertebrado. 

quarta-feira, 23 de maio de 2012

PARABÉNS A TODOS QUE EXERCEM ESSA FUNÇÃO TÃO ESPECIAL!


Ser Pedagogo...

Ser Pedagogo não é apenas ser Professora, Mestre, Tia, Coordenadora, Supervisora, Orientadora, Dona de escola.
É mais do que isso
É ser Responsável.
Ser Pedagogo é ter coragem de enfrentar uma sociedade deturpada, equivocada sem valores morais nem princípios.
Ser Pedagogo é ser valente, pois sabemos das dificuldades que temos em nossa profissão em nosso dia a dia.
Ser Pedagogo é saber conhecer seu caminho, sua meta, e saber atingir seus objetivos.
Ser Pedagogo é saber lidar com o diferente, sem preconceitos, sem distinção de cor, raça, sexo ou religião.
Ser Pedagogo é ter uma responsabilidade muito grande
nas mãos.
Talvez até mesmo o futuro...
Nas mãos de um Pedagogo concentra- se o futuro de muitos médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, advogados, jornalistas, publicitários ou qualquer outra profissão...
Ser Pedagogo é ser responsável pela vida, pelo caminho de cada um destes profissionais que hoje na faculdade e na sociedade nem se quer lembram que um dia passaram pelas mãos de um Pedagogo.
Ser Pedagogo é ser mais que profissional, é ser alguém que acredita na sociedade, no mundo, na vida.
Ser Pedagogo não é fácil, requer dedicação, confiança e perseverança.
Hoje em dia ser Pedagogo em uma sociedade tão competitiva e consumista
não torna-se uma profissão muito atraente, e realmente não é.
Pois os valores, as crenças, os princípios, os desejos estão aquém do intelecto humano.
Hoje a sociedade globalizada está muito voltada para a vida materialista.
As pessoas perderam- se no caminho da dignidade e optaram pelo atalho da competitividade,
é triste pensar assim, muito triste
pois este é o mundo dos nossos filhos
crianças que irão crescer e tornar- se adultos.
Adultos em um mundo muito poluído de idéias e sentimentos sem razão.
Adultos que não sabem o que realmente são
Alienados, com interesses voltados apenas pelo Ter e não pelo Ser.
Ser Pedagogo é ter a missão de mudar não uma Educação retorcida, mas ser capaz de transformar a sociedade que ainda está por vir.
Pode ser ideologia pensar assim, mas como Pedagogos temos a capacidade de plantar hoje nesta sociedade tão carente de valores, sementes que um dia irão florescer.
E quem sabe essa mesma sociedade que hoje é tão infértil possa colher os frutos que só a Pedagogia pode dar.

Vanessa B. de Carvalho

sexta-feira, 18 de maio de 2012

VOCÊ JÁ OUVIU FALAR EM ESCOLA DA PONTE?

NA SEXTA- FEIRA 25/05 O PROF. DR. JOSÉ F. A. PACHECO VIRÁ ATÉ A FURB PARA DIALOGAR  SOBRE ESSA PROPOSTA.
PARTICIPE...


sábado, 24 de março de 2012

I ENCONTRO INTEGRAÇÃO PIBID - FURB

QUAL O DIFERENCIAL DO SUBPROJETO DO PIBID EM RELAÇÃO À PRATICA CONVENCIONAL?

O PIBID de pedagogia pensou em três aspectos que possui de diferencial, a aprendizagem das crianças, o trabalho com projetos incluindo a Escola e a Universidade e formação dos professores e pibidianas, com relação à Alfabetização e Letramento.

Fernanda Coelho (supervisora da escola E. B. Com. Julia Lopes de Almeida), Janaína Nass (Pibidiana) e Thayse Stoll (Pibidiana) foram as participantes diretas colocando a todos os participantes do encontro de integração, os pontos estudados durante a execução do programa no curso de pedagogia.

               Para finalização deste relato de experiência, deixamos uma frase de Vygotsky (1989): "A aprendizagem tem um papel fundamental para o desenvolvimento do saber, do conhecimento, incluindo aquele que aprende aquele que ensina e a relação entre eles".

E é esta relação que a Universidade proporciona junto à escola, incluindo o programa PIBID como instrumento de ampliação na perspectiva formativa.



Neste encontro fizeram-se presentes as diferentes áreas de conhecimento, cada qual apresentando seu diferencial, para que em seguida pudéssemos fazer um projeto integrado entre as devidas áreas.

                                                                                                                                             Janaina Nass.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Primeira Reunião de Pais na Escola de Educação Básica Julia Lopes de Almeida

   No dia 03 de março a Escola Julia Lopes de Almeida recebeu os pais para uma breve conversa com o corpo docente e gestão. O gestor Adijanes Victor Zimmermman iniciou sua fala explicando alguns procedimentos gerais da escola. A coordenadora Fernanda também fez uma fala sobre a importância do auxilio dos pais na formação das crianças, deixando para reflexão uma mensagem motivadora, para um futuro melhor... 


Fez-se presente também a professora Melita como representante da Universidade Regional de Blumenau - FURB, para esclarecer aos pais o objetivo do Programa PIBID que foi implantado no inicio do ano de 2011 na escola, objetivos estes que partem das necessidades da escola, e aprendizagem das Pibidianas, que também marcaram presença.
  A professora Melita aproveitou sua fala para agradecer os pais e professores pela contribuição e ampliação do programa.

 As Pibidianas Janaína, Jessica e Talita presentes na reunião fazem parte do curso de Pedagogia. As mesmas mostraram aos pais a importância do programa na escola, que através do mesmo os filhos deles conseguem um melhor desempenho nos estudos pois as atividades trazidas pelas bolsistas são diferenciadas. Jogos, brincadeiras, histórias e imaginação fazem parte da aula que conta também com a participação da professora regente da turma, que auxilia as pibidianas em um ótimo trabalho em sala de aula.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

ENCONTRO DOCENTES DO E. E. B. VICTOR HERING

            No dia 13 de fevereiro de 2012 promovemos um encontro com os gestores e professores dos anos iniciais das escolas participantes do PIBID Pedagogia. Inicialmente a profesora Izabel apresentou o programa institucional e em seguida a professora Rita articulou sobre o objetivo do PIBID Pedagogia e nosso compromisso com a escola, também relatei as vivências na Escola de Educação Básica Arno Zadrozny.
Foi uma tarde proveitosa e nos sentimos acolhidas pelo corpo docente, principalmente pela professora supervisora Salete Nones da Silva, que nos apresentou seu método de ensino e suas expectativas com relação ao PIBID para esse ano que se inicia.

                                                                      
Agatha Ludmila Santana Barros

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

PRIMEIRO ENCONTRO PIBID 2012


O primeiro encontro do PIBID em 2012 foi no dia 06 de fevereiro as 18h30min com as coordenadoras: Prª. Dra. Rita Buzzi Rausch (coordenadora de área da Pedagogia) e Izabel Viviani Zardo (coordenadora institucional).
Pauta do dia:
1º - Apresentação do relatório das atividades realizadas no PIBID 2011 e encaminhado à CAPES;
2º - Retomada dos avanços e limitações  apresentados pelos bolsistas no encontro avaliativo realizado em dezembro de 2011;
3º - Estabelecimento de ações coletivas para 2012:

*  Continuar com a Formação continuada, envolvendo todos os bolsistas do PIBID;
*  Aproximar as licenciaturas que atuam nas escolas envolvidas com uma proposta interdisciplinar;
*  Apresentar o PIBID e seus objetivos para toda a comunidade escolar;
*  Envolver os alunos da Educação Básica com encontros didático-pedagógicos na universidade;
*  Elaborar um portfólio reflexivo como registro de todas as atividades realizadas no PIBID;
*  Inserção e apoio na proposta docente do professor regente;
*  Contituirmos um banco de imagens do PIBID Pedagogia;
*  Registro das horas de inserção no PIBID de todas as bolsistas e encaminhamento do formulário preenchido à coordenação no início de cada mês.

4º Reflexão teórica sobre os termos alfabetização e letramento:

Utilizamos o video "ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO: CONCEITOS E RELAÇÕES para aprimorar nosso conhecimento!